Estás sozinho!

1580
Fotografia © lham Rahmansyah | Cartaz © Laura Almeida Azevedo
Fotografia © lham Rahmansyah | Cartaz © Laura Almeida Azevedo

Podia ser mais uma sexta feira. Podia ser mais um fim de dia trabalho. Podia ser mais um final de tarde. É um dia como tantos outros. Só que, embora realmente os dias tenham tudo em comum, descobres algo que tentavas não ver: Estás sozinho.

Quão só tu estás quando nem te apercebes que estás a desperdiçar tudo! Quão só tu estás quando te apercebes que aquelas palavras te fazem tanta falta! Quão só tu estás quando o café arrefece e nem te dás conta!

As vezes em que tentaste acabar com todo esse sofrimento e até aí te apercebes que estás só. Subir lá acima, dizer um último adeus e saltar dá trabalho.

Restam as lágrimas que nem te apercebes que te saem. Resta o silêncio horrível quando acordas. Resta o frio mesmo quando está sol. Restas tu, ali, de sorriso nos lábios e de alma vazia.

Comments

comments

PARTILHAR
Artigo anteriorAno novo (até 12 de dezembro)
Próximo artigoP.S. Amo-te. Dorme bem.
NUNO CORREIA, o desportista
Tem 36 anos. Nasceu em Coimbra. É um apaixonado pelo desporto e pelo ar livre. Descobriu o gosto pela escrita no dia em que deixou de acreditar no amor... Ou, aqui entre nós, talvez não.