O que faz sentido é sentir

946
Ilustração/Cartaz © Laura Almeida Azevedo
Ilustração/Cartaz © Laura Almeida Azevedo

Temos a mania de procurar uma explicação para tudo! Nem tudo precisa de uma legenda, de um nome especifico… Catalogar sentimentos faz tanto sentido como andar à chuva e ter medo de se molhar. O que faz sentido é sentir!

Por isso, senta-te e sente. Sente tudo e nada, mas sente. Quem sente não mente, que o amor é sentido por diferentes tipos de gente. Que o amor traz paz e agonia à mente. Que a vida muda, mas leva pacificamente o mesmo tempo que nós levamos a aprender com outra gente. Que nem sempre se vive da maneira que se gosta, mas viver é algo divino, é o segredo de quem sente.

Por isso, sorri, chora, desespera, mas aprende. Aprende que nem tudo o que nós sentimos os outros sentem. E que a rejeição faz loucuras na mente.

Liberta as emoções e sente. Porque sentir é o segredo para se viver bem, mas nem sempre calmamente…

Comments

comments

PARTILHAR
Artigo anteriorAmei-te como ninguém te amou
Próximo artigoUma carta de despedida
TERESA SOUSA, a sonhadora
Chamam-lhe Té. Tem 30 anos e é apaixonada por música, literatura e por longos passeios à beira-mar. É sonhadora, emotiva e uma romântica incurável. O que sente é exatamente aquilo que diz. E o que diz é exatamente aquilo que sente. E, na escrita, acontece o mesmo. Fala e escreve com o coração — e, por vezes, o coração diz tanto.