O meu lado bom

449
Fotografia © Nádia Bento | Ilustração/Cartaz © Laura Almeida Azevedo

Eu tenho um lado bom e um lado mau.

O meu lado mau espera que, um dia, sofras como me fizeste sofrer. O meu lado mau não gosta de ti (para não dizer que te odeia). O meu lado mau quer que não sejas feliz, porque quem é capaz de infligir tanta dor numa pessoa não merece ter alegrias.

Mas isso é o meu lado mau. A sorte é que eu tenho um lado bom.

O meu lado bom sabe que não me quiseste fazer sofrer. O meu lado bom reconhece que foste a melhor parte da minha vida (pelo menos, num determinado período de tempo). O meu lado bom não quer que tu, alguma vez, sofras como eu sofri, porque senão irias perceber como me fizeste sentir. O meu lado bom ainda gosta de ti, e tem mais carinho por ti do que aquele que mereces. O meu lado bom quer que sejas feliz.

Eu tenho um lado mau e um lado bom.

A sorte é que o meu lado bom é muito mais forte do que o meu lado mau.

Comments

comments

PARTILHAR
Artigo anteriorNão gosto quando dói
Próximo artigoEla é linda
NÁDIA BENTO, a menina de Cascais
Tem 24 anos e nasceu em Cascais. Lembra-se de começar a gostar de escrever depois de ler o primeiro livro do Harry Potter: no final da leitura, meteu as mãos à obra e escreveu um resumo da história do livro — e das outras seis dos restantes livros. Paixões: fotografia, viajar. Um dia, gostava de escrever um livro de literatura juvenil. «É o que mais gosto de ler», diz.