OS DESAFIADOS | Textos acabadinhos de sair

Quem és tu para me dizeres que sou uma mulher carente?

Não penses que vou deixar a minha felicidade nas tuas mãos. Ninguém poderá ser feliz por mim.

Amar não pode ser isto: renegares o que sou!

Ele amava-a, mas deu total desprezo ao medo que ela não escondia. E ela deixou que ele a amasse com o amor que só ele entendia. O amor doía demais para ser um amor verdadeiro.

Amar não pode ser isto: ter medo de ti!

Trucidada: foi a palavra que me veio à cabeça quando pensei em como as tuas palavras me fizeram sentir. Fui ver ao dicionário e dizia: «Matar barbaramente ou com crueldade. Degolar.» E é mesmo isso.

As paredes da vida

Não é fácil levantares-te e ergueres-te entre o pó e o entulho. Mais desafiante ainda é ignorar onde te dói, lamber as feridas e seguir em frente. Pior é se tiveres que o fazer sozinho.

Amar não pode ser isto: a ausência total de respeito

Era do nada que surgiam as acusações infundadas, as insinuações maldosas. Seguiam-se as humilhações, as ameaças e as chantagens.

Quando a tua avó te deixa uma carta…

Neste momento que te escrevo ainda me lembro de ti. Conheço o som dos teus passos enquanto corres na sala, a tua voz melodiosa quando cantas para mim, o cheiro de princesa da tua pele quando me abraças com os teus braços pequeninos.

PUB