Os textos mais recentes  

Qual é a tua verdade?

Sermos verdadeiros connosco próprios é uma das coisas mais desafiantes, porque implica estarmos a lidar com aquilo que sentimos; implica não seguirmos, por vezes, aquilo que é mais importante para a nossa família, ou o nosso grupo de amigos.

Inquietude

A quietude do tempo deixava-o inquieto, quando, no silêncio, tropeçava contrafeito. Pairava sem norte, dominado pelos ventos que o atormentavam.

O que fazer no fim de um relacionamento?

Não acredito que exista um tempo definido para recuperarmos do fim de um relacionamento. Para algumas pessoas podem ser semanas ou meses. Para outras, podem ser anos.

Em 2018, vou dizer «amo-te»

Tenho dificuldade em dizer, olhos nos olhos, às pessoas que me são tão necessárias quanto o ar que respiro, o quanto as amo [...] E assumo que isso me traz, por vezes, menos bem-estar e felicidade do que gostaria.

Vivemos do avesso

O maior paradoxo da vida é que aquilo que é mais importante nela é, ironicamente, secundário. Aquilo que nos fala ao coração, o que nos acende o brilho no olhar, vem sempre em segundo lugar.

Attraversiamo?

A verdade é que não é fácil sair da zona de conforto. Sentimo-nos aconchegados pelas rotinas. Elas oferecem-nos uma certa sensação de segurança que é reconfortante.

  Textos vencedores dos desafios de escrita lançados por cá!  

Em 2018, vou dizer «amo-te»

Tenho dificuldade em dizer, olhos nos olhos, às pessoas que me são tão necessárias quanto o ar que respiro, o quanto as amo [...] E assumo que isso me traz, por vezes, menos bem-estar e felicidade do que gostaria.

 Lê os últimos textos na tua categoria preferida! 

  [Quase] Poesia  

Gostamos de escrever sobre o amor — sobre o que ele faz sentir. E fazêmo-lo de forma quase poética.

  Inspira-te aqui!  

Acreditamos na força das palavras. E queremos inspirar-te a ser uma pessoa [ainda] melhor e [ainda] mais feliz!

  Contos  

Adoramos criar histórias de amor, envolventes e comoventes, que te façam sorrir, chorar e suspirar por mais!

  Crónicas + Opiniões  

Aqui, partilhamos quem somos, o que sentimos, as nossas opiniões e as nossas causas — sem fição!

Às vezes, também nos aventuramos a ser repórteres, jornalistas
e a querer trazer um pouco de humor aos teus dias!

(Quase) Reportagens

Marrocos: um país de contrastes

Dia das despedidas. Dia da partida. Dia de assentar as ideias. Dia de reflectir sobre tudo o que se viveu durante a última semana. Uma semana intensa, cheia de novidades para os sentidos — em Marrocos.

Entrevistas

O avô ainda gosta da avó?

Eva, 78 anos, originária de uma família com dez irmãos. António, 82 anos, tinha quatro irmãs e um irmão. Estes são os meus avós paternos, que vamos em seguida conhecer um pouco melhor.

Humor

Já ouviste falar da síndrome do impostor?

Tenho todos os motivos e mais alguns para me sentir confiante, orgulhoso, concretizado. E é aqui que o problema começa. Não estou. Sinto-me um impostor.